terça-feira, 31 de maio de 2011

FCE 2011

Semana passada, para quem não sabe, ocorreu em São Paulo (SP) a 16ª edição da FCE Cosmetique, uma das maiores feiras de cosméticos no Brasil. Paralelamente ocorreu o 25º Congresso Brasileiro de Cosmetologia e pela primeira vez eu consegui participar de ambos os eventos!

O que eu gostei:

- A-D-O-R-E-I a nova linha de maquiagens da Faber Castel! Sério, eu não imaginava que eles tinham cosméticos, mas até que faz sentido a maior produtora de lápis (e afins) produzir cosméticos relacionados com coloração!
Achei muito fofa a linha deles, mas fiquei triste ao saber que ainda ninguém comercializa! =(
A Faber Castel é uma terceirizadora de produção e essa linha própria eles estão a produra de quem queira comercializar.
Para quem não sabe, uma terceirizadora de produção é uma empresa que produz para aquelas que não tem planta industrial ou que querem produzir algo que não dá para produzir na sua propria planta (por falta de espaço ou exigências da ANVISA). Essa é uma prática bem comum, inclusive na produção de maquiagens, as quais precisam de um planta individualizada ("exclusiva"), ou seja, não se pode produzir rímel na mesma planta industrial (no mesmo local) que um shampoo.


- Gostei muuuuuito da apresentação do estande da FAV 105 Fragrances! Ele era todo em veludo vermelho no estilo Moulin Rouge, com direito a dançarinas de cancan e tudo!
Só fiquei triste que não me deram a mínima bola. Fui lá mais d uma vez e os atendentes se quer olharam na minha cara! Nem um folderzinho rolou! =/
Paciência, uma pessoa com os dizeres "Serviço Nacional de Aprendizado na Indústria" na credencial não parece ser um cliente em potencial... umpf! =/
Pelo menos consegui cehirar 2 produtos que estavam expostos... bem boas as essências, mas não tenho muito mais como falar pois não tive a chance de conhecer o trabalho deles.


- O estande da Bandeirante deu um espaço muito legal pra Inventiva (empresa de nanopartículas para uso em cosméticos). Gotei muito da dedicação das gurias da Inventiva no atendmento ao público! Mesmo com toda a muvuca do estande (mega lotado) elas não deixaram de atender ninguém! Como elas me conhecem tive que observar elas mais de longe, pra não dizerem que eu achei que elas atenderam bem só porque elas ME atenderam! ;P
Além disso o folder que elas mandaram fazer estava muuuuuuuito lindo! Com todos os produtos para cabelos que eu AMO!

Fora isso os demais estandes estavam muito bem apresentados, a maioria cheio, mas o atendimento para pessoas como eu muito fraco. Eles visam clientes em potencial e eu.... bem... não parecia ser.

Quanto ao congresso... eu fiquei um pouco decepcionada com as palestras técnicas. Achei que faltou mais atenção dos apresentadores ou de quem treinou esses apresentadores. Eu ouvi muitos termos técnicos errados (como por exemplo "faixa de pH de 3 a 10 %", fala sério, pH%?!) e definições erradas (como dizer que dodecil sulfato de sódio não é um sal!).
Enfim... acho que dentro das empresas o setor comercial deve ser melhor orientado... ou então os farmacêuticos do P&D é que deveriam dar essas palestras.

E você, foi na FCE? O que achou?

;)
bju
Denise!


sábado, 21 de maio de 2011

Reportagem do Vida e Saude!

Para quem não viu, aqui está a entrevista que eu dei para o Vida e Saude (RBS TV, afiliada da Rede Globo no RS) a respeito do uso de mediamentos como cosméticos!

bj Denise! 

video


quinta-feira, 19 de maio de 2011

Nova parceria!

Queridos e amados leitores!
É com muito prazer que eu apresento para vocês a minha nova parceira de blog: Kelly Bueno da Silva (que em breve vai mudar de nome porque vai casar, hehehe)!
A Kelly vai passar a escrever junto comigo pois eu sinceramente preciso de um reforço na parte de maquiagem (principalmente!) e cosméticos para o rosto, na qual ela é expert!
A Kelly faz mestrado no mesmo grupo onde eu faço doutorado, logo eu tenho o privilégio de trabalhar lado a lado com ela!

Espero que vocês aprovem essa parceria!

bjus a todos!

Denise
(a partir de agora vou precisar assinar, né?! hehe)

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Cellophane para os cabelos! Amo!

Veja bem, é CELLOPHANE, com 2 “L” e PH.
Não se trata de pegar o papel celofane, desmanchar em água e passar no cabelo. O Cellophane da Sebastian é um dos cosméticos que eu mais amo! Na minha opinião de farmacêutica, é a formulação mais simples e mais inteligente que alguém já criou!
Porquê?

Vamos à ciência então!

O propósito do Cellophane é principalmente dar brilho ao cabelo. Pra isso, a Sebastian (que eu descobri que é uma linha da Wella), buscou um tipo de pigmento que tem um alto poder de refletir a luz. Aliou isso a uma formulação que tem um bom poder de fixação no fio e TÁ-DÁ!!!! Eis o resultado maravilhoso! O Celophane restaura o brilho no cabelo com o auxílio desses pigmentos que refletem muito a luz. Então quem olha o cabelo vê um super brilho, principalmente quando bate a luz do sol.
A Sebastian ainda foi um pouco mais além e uniu diferentes pigmentos criando uma escala com diferentes tonalidades que podem ser escolhidas conforme tom de cabelo que se deseja obter. Mas veja bem: o Celophane é uma coloração dita translúcida, pois ela reflete a cor, mas o produto não é capaz de dar uma cobertura ao fio. O Cellophane não é tintura (não tem amônia, nem nada do tipo), ele não tinge fios brancos, apenas cria uma camada levemente pigmentada que com a luz cria um reflexo com a cor escolhida.
Na formulação ainda tem silicone, o que ajuda a dar uma hidratadinha e restaurada nos fios secos, mas o produto não serve como uma hidratação.

Como que eu (Denise) uso:
Eu tenho os cabelos morenos com algumas mechinhas nas pontas. Como as minhas mechas estavam meio apagadas e desbotadas eu apliquei o Golden Blond (loiro dourado). Como resultado as minhas luzes ficaram mais evidentes e com um tom mais caramelo. O restante do cabelo, por ser escuro, só ficou com o brilho que o Cellophane confere, não sendo possível ver coloração (como eu disse, ele não cobre a cor).

O Cellophane pode cobrir as luzes?
Cobrir totalmente acho difícil... a menos que se use o Deep Brunette (castanho escuro), mas o que pode acontecer é fechar um pouco o tom (dar uma escurecida).

E quem não quer correr o risco de mudar o tom do cabelo?
Simples, basta usar o Clear, que é o que não tem nenhum pigmento de cor. Daí a função vai ser somente brilho!

O Cellophane estraga o cabelo? Posso usar depois de outras químicas?
Não, o Cellophane não estraga o cabelo, eu diria que ele é quase um condicionador com pigmentos que aderem no cabelo. Ele não tem “química” nenhuma, são apenas “processos físicos”, entende?!. Dessa forma: Sim! Pode ser usado após qualquer química capilar!


segunda-feira, 16 de maio de 2011

Progressiva... O Resultado!

Ok, foi! Conforme eu tinha falado no post anterior eu testei 2 progressivas: a X-Tenso da L'Oreal (com tioglicolato) e a Kerapower Perfect Liss da Tanagra (com carbocisteína).
No total eu fiz 3 progressivas:
- 2 X-Tenso L’Oreal: uma em cabelo natural e uma em cabelo com mechas (Sim! Usei tioglicolato em cabelo com mechas!).
- 1 Kerapower Perfect Liss Tanagra em cabelo com mechas.

Resultados:

L’Oreal

O grande problema foi que eu segui as instruções da caixa. Lá não dizia que era necessário fazer a chapinha/escova durante ou após o procedimento (erro de novata). Com isso eu tive como resultado um alisamento não tão eficiente.
No cabelo natural, o qual era onduladão, eu consegui diminuir o ondulado, mas não completamente. Na hora pareceu que tinha ficado liso, mas o comentário é que nos dias seguintes “voltou” um pouco o ondulado do cabelo. No cabelo que tinha mechas o problema era volume, o qual deu pra baixar... não completamente, mas um pouco. Como esse cabelo era com mechas eu usei o X-Tenso para cabelos coloridos, que segundo a atendente da loja é mais leve que o para cabelos naturais.
Infelizmente eu não tirei fotos para mostrar, até porque nem ia dar para perceber direito eu acho.

O que aprendi:
- Preciso urgente de uma chapinha!
- É necessário fazer a chapinha depois da retirada do alisante (antes de aplicar o finalizador) e depois de terminar tudo.

O que não gostei:
- Do cheiro (ovo podre! Horrível!), e do efeito que ficou nas pontas! Achei que as pontas ficaram muito... elétricas... sei lá... meio ressecadas, espigadas parece.


Tanagra

Essa eu fiz beeeeem direitinho. Com direito a chapinha e tudo! Até tirei foto do antes e do depois pra mostrar! =)


Antes


Depois


Meu receio estava no fato que tinham me dito que a carbocisteína pode desbotar a cor do cabelo e, eventualmente, pode deixar as luzes meio alaranjadas. Mas graças a Deus isso não aconteceu! Isso pode acontecer pelo seguinte (explicação científica): A carbocisteína é veiculada em uma formulação bem ácida. Além disso, a chapinha (que deve ser beeeem quente – 200 °C), é feita com o produto ainda no cabelo. Essa combinação de acidez + calor  excessivo + oxidação que a carbocisteina provoca pode degradar alguns pigmentos orgânicos, fazendo com que colorações desbotem ou tons abram.
É verdade que as luzes da minha “cobaia” abriram um pouco o tom, mas nada gritante! Apliquei exatamente como o fabricante recomendou e achei sinceramente que o resultado ficou um espetáculo.
Além disso, gostei muito da textura do produto, fácil de aplicar no cabelo e o cheiro, durante essa aplicação, era bem bonzinho!

O que aprendi:
- Carbocisteína abre a cor das luzes mesmo, mas de forma discreta! Contudo é preciso ter cautela de cabelo para cabelo!
- Realmente ainda preciso de uma chapinha e de um secador mais potente! =P

O que não gostei:
- O cheiro que o produto solta quando se faz a escova e a chapinha... é meio enjoativo, parece uma baunilha!


terça-feira, 10 de maio de 2011

Progressiva... ou algo do gênero!

Sim... resolvi me aventurar nessa jornada!
Ontem, mais precisamente às 18h, fui à loja Coprobel (Porto Alegre, RS) e comprei 2 produtos para alisar cabelos.

Um deles me foi indicado para quem tem cabelos descoloridos, da linha da Tanagra, o Kerapower Perfect Liss. Segundo a atendente ele é com o ativo carbocisteína, que pode ser colocado sobre os cabelos descoloridos, tingidos ou que já foram alisados com outras químicas.
As opiniões na internet relatam que o produto é bom, mas que não alisa o crespo, só suavisa as ondas. Mas para a minha cobaia número 1 vai ser perfeito! hehehehe


O segundo é o X-Tenso da L'oreal. Esse eu já tinha ouvido muuuuito falar. Quando eu fiz o meu trabalho de conclusão de curso da faculdade (que foi sobre a química do alisamento capilar), eu fiz um levantamento (na época) dos produtos mais usados nos salões de Porto Alegre. Esse era um dos mais usados, sempre com um valor beeeem alto (dependendo do salão e do cabelo, logicamente).
Eu comprei a versão do X-tenso para cabelos naturais, pois vem de encontro com os cabelos da minha vítima número 2! huahauhuah.

Mas calma gente!!!! Eu tenho mechas de cabelo natural em casa para fazer uns testes antes de cometer os crimes!
Vou aproveitar e tirar fotos quando eu fizer pra valer pra colocar os resultados aqui! Assim vai ser legal para comparar esses dois ativos que estão sendo utilizados no mercado!
Sinceramente estou pretendendo me especializar mais a fundo nessa área prática de química capilar, então QUALQUER DICA É BEM VINDA!!!! ME AJUDEM!!!
E se alguém quiser se candidatar a próxima vítima aproveite! Só to cobrando o produto po enquanto!!! ;P

A Estrutura da Pele

A pele é o maior órgão do corpo humano, composta por três camadas: a epiderme, a derme e a hipoderme (camada mais interna de tecido adiposo). Ela atua como uma barreira protetora, prevenindo a perda de água e bloqueando a entrada de agentes exógenos.
Epiderme: é constituída de várias camadas de queratinócitos (células responsáveis pela produção de queratina) em diferentes estágios de maturação. Essa é a camada responsável pela prevenção da desidratação das demais camadas. Na epiderme está o extrato córneo, que é a parte mais externa da epiderme. O extrato córneo é a barreira protetora contra a penetração de substâncias estranhas ao corpo.
Derme: é um tecido elástico e resistente que proporciona resistência física ao corpo inteiro. Essa camada fornece os nutrientes para a derme e é formada por células como fibroblastos, granulócitos, colágeno, elastina, glicosaminoglicanos e glicoproteínas.


A Estrutura do Cabelo

O fio de cabelo é formado pelos seguintes componentes: a cutícula, o córtex e a medula.
Cutícula: é constituída por proteínas, é parte mais externa do fio, sendo responsável pela proteção das células do córtex. É a camada cujas propriedades estruturais servem de proteção contra influências externas, ela é responsável pelo ingresso e egresso de água, o que permite manter as propriedades físicas da fibra. É formada por células escamosas de queratina que se sobrepõem umas as outras, lembrando escamas de peixe, formando uma cobertura.
Cortex: ocupa a maior área seccionada do fio (75 %) e é constituído por células ricas em ligações cruzadas de cistina (enxofre) e células rígidas separadas uma a uma por uma membrana celular. O córtex é formado por macrofibrilas de queratina alinhadas na direção do fio. Distribuídos aleatoriamente no córtex estão os grânulos de melanina cujo tipo, tamanho e quantidade determinam a cor do cabelo.
Medula: No interior do córtex está localizada a medula, porém esse componente pode estar presente ou ausente ao longo do comprimento do fio.