quarta-feira, 13 de outubro de 2010

pH... einh?!

Ah... esse tal de pH. Em tudo que é cosmético ele aparece: “pH neutro”, “pH balanceado”, “pH ácido”... MAS MEU DEUS, O QUE ISSO QUER DIZER?!?

Calma, é mais simples (ou mais complicado) do que parece!

O pH é o potencial hidrogeniônico (= potencial + hidrogênio + iônico), indica a concentração de íons H+ em um meio. E é assim mesmo que se escreve, com p minúsculo e H maiúsculo! Em palavras mais simples, o pH é um índice que indica a acidez, neutralidade ou alcalinidade de um meio qualquer.

Imagine uma balaça:

- De um lado estão os valores que indicam acidez (de 0 a 6,9), quanto mais perto de zero mais ácido é.
- Do outro lado estão os valores que indicam alcalinidade (de 7,1 a 14), quanto mais próximo de 14 mais alcalino (“adstringente”) é.
- O meio da balança, ou em outras palavras o equilíbrio de tudo, é a neutralidade (7).

Mas o que tem a ver esse tal de pH com os cosméticos??? TUDO!
Nosso corpo apresenta diferentes pH dependendo da região. Podendo ir do alcalino ao ácido!!! Porque? Devido à composição química e biológica de cada região! Não existe um pH perfeito para o corpo e outro vilão. A falta de conhecimento sobre “o que é o pH” leva as pessoas a falarem besteiras. Existe, por exemplo, um mito que tudo o que é ácido é prejudicial. Por exemplo:
- Tomara coca-cola prejudica o estômago porque o pH da coca-cola é 2,5. MITO! O pH do estômago é 1,2!!!! Bem mais ácido que o da coca-cola!
- Shampoo tem que ser neutro para não prejudicar os cabelos! MITO! O pH ideal para os cabelos é o mesmo que o da pele: ÁCIDO! Sim! Por volta de 5.

Um vez cheguei a ouvir de um cabeleireiro que o ideal era o shampoo SEM pH (?)!
Ele ainda reforçou que o pH deveria ser zero! Já pensou?? Um shampoo totalmente ácido!!! Nesse pH sim era capaz de dissolver todos os fios!!!

Bom, vamos então para a explicação de alguns cosméticos e seus pHs:
- Shampoo de criança é melhor que seja neutro, pois o pH da lágrima é 7,2. Dessa forma um shampoo com pH próximo a 7 tende a ser mais compatível com a mucosa ocular, de forma que se acidentalmente atingir o olho não irá machucar tanto.
- Sabonete infantil deve ter um pH ácido, mais próximo ao da pele (5,5). Isso evita que as defesas naturais da pele infantil (que ainda não é madura suficiente para promover uma proteção total) sejam removidas.
- Sabonete íntimo deve ter um pH mais ácido. A mucosa vaginal é composta por lactobacilus (é! Parecidos com os do Yakult!), esses são essenciais para a proteção contra infecções nessa área. Se o pH dessa área for modificado (deixar de ser ácido), esses organismos podem ser eliminados e consequentemente a proteção que eles conferem também o será.
- Shampoo de limpeza profunda tem um pH mais alcalino. O pH alcalino auxilia na solubilização dos lipídios (sebo, graxa) que dão um aspecto de sujeira para o cabelo. Além disso, o pH alcalino proporciona a abertura das escamas dos cabelos auxiliando o shampoo a penetrar mais profundamente, tendo um efeito de limpeza maior.
- Shampoo hidratante deve ter um pH mais ácido. Ele se torna menos agressivo e evita o ressecamento dos fios.

Para quem ficou curioso mais alguns pHs do nosso organismo:
pH pele: 5,5
pH cabelo: entre 4,2 e 5,8
pH da saliva: de 6,8 a 7,2 (depende do que você come durante o dia)
pH do estômago: de 0,9 a 2,0
pH do duodeno: 6,8
pH intestinal: 7,4
pH do sangue: 7,4
pH: lágrima: 7,2
pH vaginal: 4,8
pH semem: 8,0


2 comentários:

Erika Nasch disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Shirley Santos Souza disse...

Qual pH que agride Menis o couro cabeludo? Depende do tipo de pele? Ou do tipo de cabelo?

A Estrutura da Pele

A pele é o maior órgão do corpo humano, composta por três camadas: a epiderme, a derme e a hipoderme (camada mais interna de tecido adiposo). Ela atua como uma barreira protetora, prevenindo a perda de água e bloqueando a entrada de agentes exógenos.
Epiderme: é constituída de várias camadas de queratinócitos (células responsáveis pela produção de queratina) em diferentes estágios de maturação. Essa é a camada responsável pela prevenção da desidratação das demais camadas. Na epiderme está o extrato córneo, que é a parte mais externa da epiderme. O extrato córneo é a barreira protetora contra a penetração de substâncias estranhas ao corpo.
Derme: é um tecido elástico e resistente que proporciona resistência física ao corpo inteiro. Essa camada fornece os nutrientes para a derme e é formada por células como fibroblastos, granulócitos, colágeno, elastina, glicosaminoglicanos e glicoproteínas.


A Estrutura do Cabelo

O fio de cabelo é formado pelos seguintes componentes: a cutícula, o córtex e a medula.
Cutícula: é constituída por proteínas, é parte mais externa do fio, sendo responsável pela proteção das células do córtex. É a camada cujas propriedades estruturais servem de proteção contra influências externas, ela é responsável pelo ingresso e egresso de água, o que permite manter as propriedades físicas da fibra. É formada por células escamosas de queratina que se sobrepõem umas as outras, lembrando escamas de peixe, formando uma cobertura.
Cortex: ocupa a maior área seccionada do fio (75 %) e é constituído por células ricas em ligações cruzadas de cistina (enxofre) e células rígidas separadas uma a uma por uma membrana celular. O córtex é formado por macrofibrilas de queratina alinhadas na direção do fio. Distribuídos aleatoriamente no córtex estão os grânulos de melanina cujo tipo, tamanho e quantidade determinam a cor do cabelo.
Medula: No interior do córtex está localizada a medula, porém esse componente pode estar presente ou ausente ao longo do comprimento do fio.